Log in

Rede Mater Dei de Saúde aponta a importância do diagnóstico precoce para a insuficiência cardíaca

Rede Mater Dei de Saúde aponta a importância do diagnóstico precoce para a insuficiência cardíaca Imagem: Divulgação

No Brasil 2 milhões de pacientes são afetados, entenda os sinais da doença e os motivos de ter um tratamento adequado

Uma das maiores causas de morte no mundo, a insuficiência cardíaca atinge 26 milhões de pessoas no mundo. Só no Brasil são 2 milhões, com incidência de 240 mil novos casos por ano, podendo acometer qualquer faixa etária, mas após os 55 anos seu risco aumenta podendo chegar a 30%. O problema é caracterizado pela incapacidade do coração em bombear o sangue de maneira eficiente para o resto do corpo. No dia 9 de julho, quando se celebra o Alerta Contra a Insuficiência Cardíaca, a Rede Mater Dei de Saúde, chama a atenção sobre a importância do diagnóstico precoce e reforça a importância do tratamento adequado. "Nosso compromisso é oferecer cuidados de excelência, garantindo que cada paciente receba atenção personalizada desde o pronto atendimento até a reabilitação”, afirma Felipe Salvador Ligório, Vice-Presidente Assistencial da Rede Mater Dei.

 

A importância do diagnóstico precoce e tratamento adequado

Feito por meio de avaliação clínica, o diagnóstico da doença analisa o histórico do paciente, além de seus sintomas específicos, como: falta de ar, inchaço no corpo em membros inferiores e ou acúmulo de líquido na barriga conhecido como ascite. O coordenador do Pronto Socorro de Cardiologia da Rede Mater Dei, o cardiologista André Chuster reforça a importância da rápida identificação da doença: “O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento da insuficiência cardíaca. Identificar a doença nos estágios iniciais permite iniciar o tratamento com medicações específicas para o quadro, que não apenas reduzem a progressão da doença, mas também melhoram os sintomas como falta de ar, cansaço, inchaço e a qualidade de vida, além de diminuir o risco de óbito em decorrência da doença”, diz Chuster.

O cardiologista destaca ainda que existe uma ampla gama de exames complementares que podem ser realizados como ecocardiograma, ressonância cardíaca, cateterismo cardíaco e exames de sangue específicos. “Estes exames ajudam a identificar possíveis causas da insuficiência cardíaca, como doença arterial coronariana, doença de Chagas e hipertensão arterial, possibilitando o tratamento mais eficaz. Atualmente, estão disponíveis ainda, testes genéticos para a insuficiência cardíaca, que podem diagnosticar e rastrear casos dentro de uma mesma família”, ressalta o especialista.

Na Rede Mater Dei, os pacientes com os sintomas recebem avaliação individualizada desde sua admissão, acompanhamento especializado durante a internação até as consultas regulares nos ambulatórios. A importância do cuidado contínuo não só visa

 

controlar sintomas como batimentos cardíacos irregulares, falta de ar e edemas, mas também reduzir os riscos associados à insuficiência cardíaca, promovendo uma melhor qualidade de vida e bem-estar geral dos pacientes.

 Essa doença é consequência de problemas cardíacos influenciados por fatores externos e genéticos, como hipertensão, diabetes, tabagismo e outros hábitos e condições correlacionados.

Cuidados:

Quando a insuficiência cardíaca é diagnosticada, é essencial adotar alguns cuidados especiais para monitorar a condição e melhorar a qualidade de vida dos indivíduos. Alguns exemplos incluem:

 

  1. Adesão ao Tratamento Médico: É fundamental o uso correto dos medicamentos prescritos. Segundo o Registro Brasileiro de Insuficiência Cardíaca ("Breathe"), metade dos brasileiros com IC deixa de utilizar as medicações no primeiro ano após uma situação de alerta como internação ou infecção.

 

  1. Atenção à prevenção de infecções, principalmente com a vacinação contra Influenza e Pneumococo (bactéria causadora de pneumonia) para prevenção de infecções respiratórias, que podem descompensar o quadro da insuficiência cardíaca e levar à internação.

 

  1. Monitorar os sintomas de perto e ter um médico especialista como referência. Sintomas como falta de ar, inchaço nas pernas ou aumento repentino de peso (sinal de acúmulo de líquidos) pode indicar piora das condições e necessidade de ajuste de tratamento.

 

  1. Reabilitação cardíaca: Realização de exercícios físicos sob supervisão de profissionais especializados no tratamento da condição (fisioterapeutas, educadores físicos e médicos) tem impacto na melhora da qualidade de vida, dos sintomas e inclusive na redução de internações.

 

Avanços em Tecnologia e Tratamento

Além das abordagens convencionais, a Rede Mater Dei de Saúde também investe em tecnologias avançadas para o tratamento da doença. Entre elas destaca-se o programa de ECMO (oxigenação por membrana extracorpórea), que proporciona suporte para pacientes em situações críticas, podendo ajudar em 46% o setor cardiopulmonar. A taxa de sobreviventes à terapia varia de acordo com a faixa etária, porém a indicação precoce e assertiva é a chave do sucesso para a entrega do desfecho e redução do desperdício.

 

Sobre a Rede Mater Dei de Saúde

Somos uma rede de saúde completa, com 44 anos de vida, tendo o paciente no centro de tudo e ancorada em três princípios: inteligência e humanização como pilares do atendimento; tecnologia como garantidora da excelência; e solidez das governanças clínica e corporativa. Nossos serviços médico-hospitalares estão disponíveis para toda a família, em todas as fases da vida, com qualidade assistencial e profissionais altamente capacitados e especializados. Estamos em expansão, levando para mais pessoas o Jeito Mater Dei de Cuidar e de Acolher. Nossa premissa é valorizar a vida dos nossos pacientes em cada atendimento, disponibilizando o melhor que a medicina pode oferecer.  

Unidades  
Minas Gerais: Hospital Mater Dei Santo Agostinho, Hospital Mater Dei Contorno, Hospital Mater Dei Betim-Contagem, Hospital Mater Dei Santa Genoveva, CDI Imagem e Hospital Mater Dei Santa Clara.         
Bahia: Hospital Mater Dei Salvador e Hospital Mater Dei Emec  
Goiás: Hospital Mater Dei Premium Goiânia  

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner 468 x 60 px