Log in

Sonastério Ilumina lança nova edição com Paula Lima, no dia 23 de novembro, em streaming e no Youtube

Paula Lima Foto Diego Ruahn Paula Lima

Projeto promove imersão de artistas nas montanhas de Minas, no Estúdio Sonastério, registrada em Live Session e Mini Documentário

O Sonastério ilumina lança, no dia 23 de novembro, novo episódio, dessa vez, com a cantora e compositora Paula Lima. O projeto do estúdio recebe artistas que ficam em imersão criativa, nas montanhas de Minas Gerais, para gravar versões ao vivo de suas músicas. Todo o processo é registrado e disponibilizado em uma live session com seis músicas em versão inédita, além de um mini documentário com entrevista exclusiva e making-off.

Na semana da consciência negra, o projeto traz Paula Lima que, em sua carreira de mais de duas décadas, populariza gêneros da Black Music e da música afro-brasileira. Reconhecida pela voz potente, transita pelo soul, funk e samba. A artista acumula parcerias com grandes nomes da MPB, como Jorge Ben Jor e Seu Jorge. O último participou no seu primeiro álbum solo, "É isso aí" (2001), um sucesso que atingiu níveis internacionais.

No Sonastério Ilumina, Paula Lima interpreta inéditas como "O universo que habita em mim", que tem letra do rapper Emicida, e "A mulher desde sempre", composta especialmente para a cantora por Bernardo Vilhena e Max de Castro. Do aclamado projeto Soul Lee, em que homenageia a rainha do rock Rita Lee, Paula Lima também traz interpretações de "Nem luxo, nem lixo" (Rita Lee, Roberto de Carvalho) e "Desculpe o Auê" (Rita Lee, Roberto de Carvalho). Outras faixas, que irão ganhar novas versões, intimistas, com a energia do som ao vivo, são "Cavalo de Aço" (Bid, Gabriel Moura, Marlon Sette) e "Aqui só dá você" (Amanda Magalhães). O conteúdo fica disponível nas principais plataformas digitais e, o mini documentário, no canal do Sonastério no Youtube.

Caroline Leory, coordenadora do projeto, antecipa o destaque desta edição. "Sempre foi uma vontade nossa gravar uma artista plural como a Paula - cantora, compositora, ativista e presidente da UBC (União Brasileira de Compositores), simplesmente um ícone da música brasileira. Nesse episódio a gente falou sobre carreira, representatividade, identidade e o lugar da mulher na música e no mundo. Cheia de sonoridade e swing, Paula trouxe um repertório único com interpretações de músicas da Rita Lee, Emicida, Max de Castro e Bernardo Vilhena entre outros compositores no melhor do soul music! Foi uma honra recebê-la no Sonastério ilumina.", destaca.

Nas alturas da capital mineira, o estúdio Sonastério proporciona uma imersão diferenciada aos artistas. "Foi uma experiência única, das mais vibrantes, interessantes e belas gravar no extraordinário Sonastério. Um dos lugares mais lúdicos que tive o prazer de sentir e realizar um trabalho, desde a sua beleza até a sua potência. Me sinto iluminada por ter o prazer de fazer parte do Sonastério Ilumina. Obrigada ao Bruno e a todos os envolvidos, foi realmente fantástico. Bênçãos! Viva a música e a arte!", comenta Paula Lima.


Sobre o Sonastério ilumina

Com estúdio próprio nos arredores de Belo Horizonte, a produtora Sonastério surgiu em 2017 com uma estrutura acima dos padrões de qualidade do mercado audiovisual brasileiro. O Sonastério é uma obra de arte em si, cravado nas montanhas de Minas Gerais, e oferece ao artista uma experiência única: um lugar para o escape da vida cotidiana no qual ele possa verdadeiramente se dedicar à sua obra, com todos os elementos técnicos necessários para que o resultado final seja de excelência.

"A ideia do ilumina existe desde a criação do Sonastério. O estúdio foi construído pensando em projetos como este, temos cinco salas de gravação, nas quais podemos gravar simultaneamente. Todo o estúdio foi construído do zero e já pensado também para o trabalho em vídeo, com estrutura pra isso. E eu sou muito fã de live sessions, quando a banda faz um show, com a energia do som ao vivo, mas dentro do estúdio, onde tem um ambiente controlado e a qualidade do áudio é muito superior. O ilumina é neste formato e tem um grande diferencial, cada artista tem um projeto customizado. Buscamos entender a essência, a identidade visual e a estética dele e trabalhar isso no episódio. Cada episódio tem uma iluminação diferente, um roteiro e uma cenografia únicos. Eu não conheço outro projeto de live session que faça isso", conta Bruno Barros, diretor da produtora.

Já participaram do Sonastério ilumina artistas como Zeca Baleiro, Djonga, Maro, Maneva, Francisco, El Hombre, Zeeba, Lamparina, Mariana Cavanellas, Paulo Novais, entre outros. Os mini-documentários são acoplados às músicas, com um estilo mais lúdico, artístico e ficam disponíveis no youtube da produtora (youtube.com/@sonasterio). As faixas também ficam disponíveis em streaming.

Dentre os convidados, a curadoria busca três perfis: artistas já consagrados, com uma carreira sólida; cantores ou bandas que estão numa crescente, sendo reconhecidos pelo mercado; e artistas que estão começando a despontar, as apostas da produtora. "Queremos abranger estilos diversos, sempre com a premissa de ser uma boa música. Todos os estilos musicais têm boas músicas, temos um cuidado de avaliar o som, se o artista sabe performar ao vivo, isso é muito importante pro resultado do produto, se ele é afinado, se a banda toca bem junto. Mas não temos preconceitos com estilos específicos, inclusive porque temos o objetivo de mesclar os públicos. Enquanto uma plataforma que tem uma curadoria para a boa música, queremos democratizá-la. O público do Djonga pode chegar nela e conhecer o Zeca Baleiro, por exemplo", defende o diretor.

O alto padrão de qualidade, praticado em todos os projetos da produtora, também aparece na série ilumina, que vem para ser perene. "A gente sempre brinca que quer ser o novo acústico MTV, o melhor produto audiovisual brasileiro para marcar uma geração mesmo. Nosso objetivo é marcar as pessoas, levar os fãs de música para dentro da plataforma, queremos que elas entrem no canal e descubram um artista novo, que consumam música lá. Esse projeto é para sempre", finaliza Bruno.

O projeto Sonastério ilumina é viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Cemig.


Mais informações:

www.sonasterio.com.br

instagram.com/sonasterio

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.